O que é arquitetura?

O que e arquiteturaDefinir arquitetura é uma tarefa extremamente árdua. Vários mestres já expuseram suas definições e ainda assim não há, e talvez nunca haverá, uma resposta unânime. Le Corbusier, mestre da arquitetura moderna, definiu como “um jogo sábio, glorioso e magnífico de volumes sob a luz do sol”. De forma mais poética, Goethe, que não era arquiteto, disse que “arquitetura é música petrificada”. Segundo Vitrúvio, um grande arquiteto do período romano, no séc. I a.C., “a arquitetura é uma ciência, surgindo de muitas outras, e adornada com muitos e variados ensinamentos. Pela ajuda dos quais, um julgamento é formado daqueles trabalhos que são o resultado das outras artes”.

Talvez a resposta mais próxima de uma definição seja a de Lúcio Costa, que disse que “arquitetura é, antes de mais nada, construção, mas construção com intenção”. De fato, toda construção tem intenções. Abrigo é uma intenção, controlar orçamento é outra, proteção também. Mas arquitetura é uma arte! Está presente no rol das sete artes de Ricciotto Canudo. E o que une todas as artes é a capacidade de emocionar, fazer o usuário, ou observador, interagir de alguma forma com aquela obra. Então, o grande objetivo da arquitetura deve ser causar emoções, além de resolver problemas de função e custo.

No entanto, esta última conclusão não é suficiente para definir arquitetura. Paulo Mendes da Rocha, talvez o maior arquiteto brasileiro atualmente, diz que “a primeira e primordial arquitetura é a geografia.”. Assim, imaginamos que a arquitetura pode ter surgido antes do homem. Algumas cavernas, mesmo as que nunca tiveram intervenções humanas, cumprem funções de abrigo e, ao mesmo tempo, podem provocar emoções a medida que as percorremos. São dois elementos fundamentais da arquitetura, que não tiveram a intenção de acontecer. São ambientes naturais, puros.

Já um ninho de pássaro, cumpre os requisitos de função como morada, abrigo para filhotes, etc, e são criados com intenção, porém não humana. A capacidade emotiva de um ninho de pássaro talvez seja o caráter mais questionável. No entanto, talvez um belo ninho e o modo como os pássaros o habitem nos emocione mais do que muitas construções humanas. Há inúmeros edifícios que são apenas uma resposta a demandas mercadológicas e funcionais, esquecendo do caráter artístico. O que temos de arquitetura nestes edifícios que não temos no ninho de pássaros?

Talvez a grande questão não seja definir arquitetura, e sim sentí-la. Aquele objeto que funciona para atender uma determinada função para alguém, ou algo, e te provoca emoção de alguma forma cumpre o objetivo da arquitetura, independente de ter sido criado por um homem, um animal ou por condições naturais. Talvez a arquitetura não tenha sido criada pelos homens, mas sim uma cópia do que ele tinha na natureza, incrementada por sua inteligência, tornando-se adaptável para as condições individuais.

É evidente que não definiremos o que é arquitetura em um texto. Nem é essa a intenção. Apenas acreditamos que este tipo de provocação amplia os horizontes da discussão, e nos leva a enxergar novas possibilidades onde antes tínhamos uma certa definição. O simples exercício de buscar arquitetura, tentar interpretá-la, buscar paralelos entre ela e outros tipos de arte, ou ainda com elementos naturais, nos faz enxergá-la de uma forma mais próxima da gente. Experimente!

Uma ideia sobre “O que é arquitetura?

  1. murabeide buregio

    A reportagem esta excelente e muito esclarecedora. Cheguei a conclusao que a Arquitetura e uma ciencia que tem a finalidade de tornar realidade os sonhos que imaginavamos impossiveis . Alem de tudo, embeleza,modificando pra melhor a vida do homem.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>